Notícias

09/07/2020 - Soja

Chineses compram soja brasileira de 2021


Trituradores de soja de pequeno a médio porte na China buscaram mais soja de 2021, pois os prêmios são atualmente atraentes e podem oferecer margens saudáveis aos trituradores, indicou a T&F Consultoria Agroeconômica. De acordo com os analistas, pelo menos um embarque de soja brasileira em junho de 2021 foi negociado a 115 c/bu em relação aos futuros de julho na CFR China na terça-feira (07/7). 

“Enquanto os preços da soja da safra velha CFR China continuaram a subir na terça-feira, com os prêmios foram aumentando, devido à baixa oferta brasileira e às fortes taxas de frete. Para o embarque de outubro da soja brasileira foram indicados em 210-215 c/bu  sobre os futuros de novembro; e os para embarque de novembro em 217-219 c/bu sobre os futuros de novembro”, completa a informação. 

Nesse cenário, o indicador APM-6 CFR China para envio de soja brasileira em agosto saltou 4 c/bu para 212 c/bu em relação aos futuros de agosto, o que equivale a US$ 406,50/mt, um aumento de US$ 0,25/mt em relação à avaliação anterior. “A melhor oferta para envio de agosto ficou em 217 c/bu sobre os futuros de agosto, mas nenhuma oferta firme foi relatada”, indica. 

“As margens de esmagamento para as safras de 2020 de soja brasileira e norte-americana estão atualmente em nível baixo, o que limitou a demanda e melhores margens para a safra de 2021 deu aos trituradores chineses a oportunidade de reservar com antecedência. Os contratos futuros domésticos na China estiveram sob pressão na quarta-feira, com os futuros de farelo de soja mais líquidos em Dalian caindo 0,86% no dia para CNY2.897/t (US$ 413,27/t) e os futuros de óleo de soja mais ativos caindo 0,14% para CNY5.792/t (US$ 826,25/t) intraday”, conclui

Por Leonardo Gottems
Fonte: Agrolink




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.