Notícias

29/09/2020 - Soja

China "desaparece" do mercado da soja


Não foram registradas vendas FOB ou CIF de soja para a China na sexta-feira (25/9), nem do Brasil nem dos Estados Unidos, nem no mercado de Paper de Paranaguá, somente algumas consultas. Foi isso que afirmou a T&F Consultoria Agroeconômica. 

No entanto, na parte das consultas, ontem o dia começou agitado antes do início do feriado da Semana Dourada desta quinta-feira, à medida que as margens de esmagamento se recuperavam ligeiramente. Foi ouvido interesse de compra disperso para embarques de safra nova brasileira no primeiro trimestre de 2021. 

“O embarque de fevereiro foi licitado em 185 c/bu sobre os futuros de março contra ofertas indicadas em 186 c/bu sobre os futuros de março, mas as ofertas  foram escassas  em meio  à oferta apertada  depois que os  agricultores brasileiros já  têm cerca de  metade dos embarques  de fevereiro e março de sua safra nova efetuados. Também foram ouvidos interesses de compra para o embarque de março com ofertas mostradas em 156-158 c/bu sobre os futuros de março”, comenta a consultoria. 

O indicador APM-6 CFR China para embarque de soja brasileira em novembro recuou 3 c/bu para 262 c/bu em relação aos futuros de novembro, o que equivale a US$ 462,25/mt, US$ 4,5/mt abaixo em relação à avaliação anterior 

“Os preços da soja dos EUA recuaram, com os embarques de dezembro e janeiro do Golfo relatados em cerca de 250 c/bu sobre os futuros de janeiro, mas nenhuma oferta firme foi ouvida. Nos mercados FOB no Brasil, houve uma onda de negociações na sexta-feira, mas que foi substituída por pouca atividade na segunda-feira, à medida que os prêmios eram mais altos e os vendedores buscavam recuperar parte do movimento nos futuros”, conclui a T&F Consultoria Agroeconômica. 

Por Leonardo Gottems
Fonte: Agrolink




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.