Notícias

14/11/2019 - Pecuária

Arroba do boi ultrapassa R$ 200 no mercado futuro; entenda alguns dos motivos


Confira alguns títulos dos veículos de imprensa nos últimos dias: 

1 - “Mercado futuro do boi fecha contrato de R$ 200/arroba para outubro de 2020”
2 - “A cada dia um recorde de preço do boi gordo”
3 - “Frigoríficos perdem queda de braço e aceitam preços impostos pelos pecuaristas”
4 - “China habilita mais 13 frigoríficos brasileiros”
5 - “Alta do boi em 19 praças pecuárias”

Euforia? Otimismo? “Bastante otimismo.” Para o consultor da Agrifatto, Gustavo Rezende, o cenário pode melhorar ainda mais no final deste ano e as expectativas para 2020 também são positivas.

“O mercado futuro fechou contrato a mais de R$ 200 para outubro de 2020. Eu acredito que se a China continuar na dinâmica de aumentar as importações de carne brasileira esses números robustos terão sequência na B-3”.

Ele lembra que houve uma ocorrência histórica no mês de outubro último, quando foi embarcado um volume recorde de mais de 185 mil toneladas de carne e o faturamento também foi ao pico, US$ 808,4 milhões.

E ontem, dia 12, o Ministério da Agricultura divulgou que mais cinco unidades foram habilitadas a exportar carne para a China

A China, sempre ela. O consultor afirma que o seu otimismo é fundamentado no incremento das exportações para o país asiático na temporada de 2019 e em 2020. “A peste suína não retrocede na China que deverá aumentar a compra de carne do Brasil”, observa.

Segundo Gustavo, os chineses foram responsáveis por 35% das exportações feitas em outubro. “Eles costumavam adquirir entre 19% e 20%. Portanto, importaram mais”, diz.

No caso do mercado interno, apesar de a economia continuar patinando, o consultor aposta em uma melhora no consumo, principalmente pela proximidade do Natal.

Outra fotografia que mostra a realidade da pecuária atual:  as indústrias frigoríficas estão tendo dificuldades em adquirir animais para a terminação. “A oferta é restrita. Tem Estados, caso do Pará, que até não há oferta disponível”, afirma Gustavo.

Marco histórico
Nas fazendas, o otimismo confirma as análises de Gustavo Rezende. Gerente de pecuária da CFM, do interior paulista, Tamires Miranda Neto, diz: “A boa notícia dos últimos dias é o consistente aumento dos contratos futuros do boi gordo para outubro de 2020, que superam R$ 200. Essa cotação é um marco histórico para a pecuária brasileira e renova o ânimo dos pecuaristas para investir em genética de qualidade e atender a crescente demanda.”
Tamires concorda com Gustavo: “Nossa expectativa de negócios para 2020 é bastante positiva.”

Por Sebastião Nascimento
Fonte: Globo Rural




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.