Notícias

07/03/2018 - Milho

Área da safrinha deve crescer em GO


A passagem do Rally da Safra 2018 por Goiás nesta semana poderá verificar o plantio de milho de inverno ainda a pleno vapor no Estado. Isso porque a proporção de áreas plantadas de milho de segunda safra no mês de março em Goiás deve aumentar em relação ao ciclo anterior, apontou a analista de Conjuntura da Agroconsult, Heloisa Melo, coordenadora da Equipe 6 do Rally. Levantamento da consultoria mostra que de 30% a 35% da área de safrinha de milho em Goiás será semeada em março na safra 2017/2018, em comparação com 26% na temporada anterior.

A situação é semelhante à projetada para Mato Grosso, onde 25% das lavouras de milho de inverno devem ser plantadas em março, ante 15% em 2016/2017, segundo Heloisa. O risco climático é maior para o milho plantado em março do que para o semeado em fevereiro nos dois Estados, conforme a analista. "Em Goiás, assim como em Mato Grosso, a chuva corta. E, se a chuva cortar no pendoamento, sem água nesse período não tem espiga", apontou. "A preocupação dos produtores em Goiás é se lá na frente vai ter água ou não, diferentemente de partes do Paraná e de Mato Grosso do Sul, onde o temor é com geadas."

O atraso no plantio de milho em Goiás levou a Associação dos Produtores de Soja e Milho do Estado (Aprosoja-GO) a solicitar ao Ministério da Agricultura a extensão das janelas de plantio indicadas no Zoneamento Agrícola de Risco Climático (ZARC). Na segunda, a Aprosoja-GO alertou os produtores em nota sobre o risco climático de plantar a safrinha de milho em março, assinalando que na primeira quinzena do mês a possibilidade de perda é maior do que se o produtor pudesse ter plantado o milho na segunda quinzena de fevereiro, uma vez que as chuvas no Estado costumam acabar em abril. 

Fonte: Portal DBO/Estadão Conteúdo




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.