Notícias

10/01/2020 - Outros

Aplicativo ajuda produtor a gerenciar uso da água na lavoura


Produtores rurais poderão entender o uso efetivo da água em suas lavouras graças a um aplicativo que fornece dados via satélite. Desenvolvido em parceria da Agência Nacional de Águas (ANA) com o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS, sigla em inglês), o SSEBop BR possibilita verificar evapotranspiração que acontece na propriedade.

A evapotranspiração é a soma da evaporação da água pela superfície de solo com a transpiração de plantas, que transfere água para a atmosfera no estado de vapor. A partir dessas informações, o aplicativo permite verificar se está sendo aplicada mais ou menos água que o necessário, além de monitorar a ativação dos pivôs em cada época do ano.

“É possível estabelecer padrões regionais para usar a água complementando alguma situação de seca mesmo dentro do período chuvoso”, exemplifica Thiago Fontenelle, coordenador de Estudos Setoriais da ANA, em entrevista exclusiva à Globo Rural. De acordo com a Agência, a agricultura irrigada é o maior usuário de água do Brasil, com 66,3% do consumo em 6,95 milhões de hectares.

Utilizado pelo USGS desde 2015, o aplicativo teve sua metodologia adaptada para a realidade brasileira e os dados têm processamento em nuvem na internet, possibilitando o produtor verificar as estimativas desde 1984. “O irrigante brasileiro é altamente interessado pelo gasto de água e gasto energético. Por isso, a ferramenta está disponível online e qualquer um pode selecionar uma área e acessar os dados”, diz Fontenelle.

Segundo Gabriel Senay, cientista do Serviço Geológico dos Estados Unidos, o aplicativo é o mais avançado do mundo para este tipo de estimativa de evapotranspiração. “Dados de satélite são muito úteis se você quer mapear o uso da água num país tão grande como o Brasil. Somente dados de satélite podem cobrir um território imenso”, afirma o cientista.

A ferramenta também é utilizada pela ANA para auxiliar na fiscalização, como fonte de informação para comparar a utilização da água com a outorga concedida ao produtor.

Estudo inédito
Segundo Thiago Fontenelle, o aplicativo SSEBop BR possibilitou o desenvolvimento do estudo inédito  Estimativas de Evapotranspiração Real por Sensoriamento Remoto no Brasil, lançado na quarta-feira (8/1). Uma das avaliações foi feita no Oeste da Bahia, nas bacias dos rios Grande e Correntes, maior polo de área irrigada por pivôs centrais no Brasil, de acordo com a Agência Nacional de Àguas. 

“O modelo demonstrou claramente quais pivôs estavam ativos ou inativos, quais apresentavam maior consumo e inclusive situações de irrigação prévia ao plantio ou logo após a semeadura”, explica Thiago.

A partir do estudo, que faz parte da atualização do Atlas Irrigação, desenvolvido pela Agência, pôde-se verificar que cerca de 75% da água retorna para a atmosfera via evapotranspiração no Brasil, enfatizando sua importância no ciclo hidrológico. Fatores como o clima, o tipo de solo, o uso da terra e manejo da água têm influência direta no processo.

Por Mariana Grilli
Fonte: Globo Rural




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.