Notícias

22/05/2018 - Algodão

Algodão tem potencial produtivo elevado


A passagem de uma frente fria no centro-sul do país provocou chuva generalizada sobre quase todas as áreas das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste. Os volumes acumulados superaram em muitos municípios os 30 milímetros , possibilitando uma melhora considerável ao desenvolvimento das lavouras, em especial ao milho safrinha.

Será difícil as lavouras recuperarem suas perdas causadas pelo forte estresse hídrico das últimas cinco semanas, mas a chuva estancará de vez as quebras. A instabilidade irá dar condições para que as plantas encontrem uma condição razoável para a finalização do seu desenvolvimento. O mesmo irá ocorrer com a cana-de-açúcar, café e citros.

No entanto, no caso da cana, a chuva paralisou as atividades da colheita , mas sem trazer impactos negativos à produtividade. Deve-se salientar que as precipitações ocorridas em algumas propriedades do Mato Grosso, prejudicaram a qualidade do feijão, que já estava em processo de secagem no campo e agora pode apresentar grãos com avarias . No algodão, a chuva ocorrida foi benéfica, pois elevaram seu potencial produtivo. Mesmo com o aumento da umidade do solo, não há riscos para ocorrência de apodrecimento das maçãs do baixeiro.

Semana nas lavouras
O avanço de uma massa de ar polar de moderada intensidade , irá deixar a semana com tempo aberto e sem previsão de chuva em grande parte do país. Apenas no norte de Goiás e de Minas Gerais, sul do Tocantins e da Bahia, pode ocorrer eventuais pancadas de chuva . Isso ainda devido ao avanço da mesma frente fria que provocou chuva generalizada no centro-sul nesse final de semana.

A instabilidade só deve retornar ao Sul do Brasil no final desta semana, quando uma nova frente fria começa a avançar sobre o Rio Grande do Sul e Santa Catarina. A chuva também deve ser registrada no próximo fim de semana, no Paraná, São Paulo, alguns pontos do Mato Grosso do Sul, Minas Gerais e extremo sul de Goiás. Porém os volumes sobre as regiões produtoras do Sudeste e Centro-Oeste deverão ser baixos e bem pontuais. Nesta semana os maiores volumes de chuva devem ser registrados apenas sobre a Região Sul.

Temperatura baixa
Com o avanço da massa de ar polar , as temperaturas despencaram em todo o centro-sul do Brasil, em que muitas localidades chegaram a registrar valores abaixo dos 3°C . Entretanto, não houve registros de geadas em nenhuma região de produção de milho, feijão, café, cana-de-açúcar e citros. Apenas formou geada em algumas regiões de baixada de Rancharia, São Paulo e em altas altitudes do sul de Minas Gerais, como em Caldas, que não há nenhuma produção de café significativa.

O frio continuará ainda nas próximas duas madrugadas , mas com as temperaturas mínimas em gradativa elevação. Para os próximos 15 dias não há mais riscos de que ocorram entradas de massas de ar polar de moderada a forte intensidade , ao ponto de provocar novas ondas de frio extremo. Apenas ocorrerão novas quedas nas temperaturas mínimas, o que é comum para essa época do ano.

Fonte: Portal Terra






Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.