Notícias

17/10/2019 - Tecnologia

Agricultura 4.0 deve unir produtividade e sustentabilidade


A aplicação de inovações na área da agricultura passou a ser um desafio constante tanto para quem produz máquinas e equipamentos para quem vai utilizá-los no campo. O objetivo estará sempre voltado para aumentar a produtividade, mas sem perder o foco da sustentabilidade.

Essa foi uma das mensagens do diretor da Case New Holand Industrial, Sergio Soares, durante palestra na Semana Paraná Inovador, promovida pelo Governo do Estado e que acontece no Palácio Iguaçu.

“Aumentar drasticamente a produtividade não é uma tendência, é uma absoluta necessidade. Mas temos que fazer com que seja sustentável, pois não adianta alimentar o pessoal em 2050 e destruir o mundo”, disse Soares. Segundo ele, é nessa perspectiva que deve ser pensada a inovação e a tecnologia.

Soares destacou que, entre os avanços, há máquinas que fornecem dezenas de dados ao agricultor, desde as características do solo, produtividade por metro quadrado e previsão de colheita. “As informações ajudam a tomar a decisão e aumentar a produtividade”, acentuou.

Ele lembrou que a agricultura de precisão já existia como conceito desde os anos 90, ainda que não existissem equipamentos para coletar, transmitir e usar corretamente os dados. “Os agrônomos já sabiam que esse era o caminho”, disse. A tecnologia foi criada e os algoritmos de inteligência artificial possibilitaram tomadas de decisão que hoje fazem a diferença na agricultura.

ECOSSISTEMA COMPLETO - Soares salientou que, nesse campo, o Brasil está no mesmo nível de qualquer lugar do mundo e, em alguns momentos, à frente. “Há grandes empresas startups que iniciaram no Brasil e hoje são players mundiais”, acentuou.

Em qualquer lista que se fizer no mundo sobre locais onde pode haver avanços na agricultura, o nome do Brasil estará escrito. “O Brasil hoje é criador de tecnologia”, garantiu.

APROXIMAR - O diretor da CNH disse que um evento como a Semana Paraná Inovador é importante para aproximar o poder público das empresas privadas e das startups. Segundo ele, a velocidade com que as startups avançam é surpreendente e nem mesmo as empresas conseguem acompanhar.

“O poder público está mais para trás ainda”, afirmou. “Um evento como esse dá uma visão clara de que o Governo do Paraná quer entrar no processo de colaboração e contribuir com a criação de um ecossistema mais completo.”

Fonte: Agência de Notícias do Paraná 




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.